Serviços

Cálculo de Blindagem

O cálculo de blindagem é a especificação da espessura das barreiras que devem ser construídas para atenuar (diminuir) a exposição a radiação Ionizante (radiação que tem energia para arrancar pedaços – elétrons – de um átomo), e que dentro do corpo humano pode gerar lesões, modificação estrutural (câncer), destruição e morte de células.

Estes cálculos se aplicam às salas dos serviços que trabalham com o uso das radiações no diagnóstico ou em terapia. Nesse documento, será descrito a parte técnica das blindagens à serem utilizadas como portas de acesso, paredes, piso, teto, etc. incluindo material utilizado, espessura e densidade.

Nos serviços de Medicina Nuclear e Radioterapia também é utilizado para especificar e construir blindagens especiais como os locais onde são manipulados os materiais radioativos, as salas, bancadas, transportadores de seringas, caixas de rejeito radioativo (lixo radioativo) entre outros dispositivos. 

Para estruturas são utilizados chumbo, concreto e argamassa baritada (barita) mais leve que o concreto, mais densa que o concreto e mais barata.

Diferença básica entre chumbo e barita:

Chumbo mais pesado, mais caro, menor espessura – 10 vezes menor que a barita.

Exemplo:  uma barreira (blindagem de chumbo) pode ser especificada em 1 milimetro, a mesma blindagem em barita seria de 1 centímetro.

× WhatsApp